Bio.Notícias

Descarte de Lixo Eletrônico em Salvador

Como descartar eletrodomésticos de forma ecologicamente correta?

Uma parceria feita entre a Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb) e os irmãos Joseval e Joandro Araújo possibilitam o destino correto do lixo hi-tech. “Quando solicitados, os irmãos fazem a coleta de equipamentos de casa em casa gratuitamente. É só ligar e agendar”. O depósito fica na Rua do Carneiro, 54, no bairro de Nazaré.

Os telefones para contato são (71) 3241-1463 / 9945-9721 / 8826-0323. Através do site da Limpurb (www.limpurb.salvador.ba.gov.br), é possível encontrar informações sobre o destino correto do e-lixo, e também sobre a coleta seletiva de lixo. O telefone da Limpurb é (71) 3186-5000.

———————————————————————————————

CENAP LANÇA GUIA DE PREDADORES E ANIMAIS SILVESTRES

 

Brasília (29/06/2011) – O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap), centro vinculado ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) acaba de lançar o Guia Prático de Convivência: Predadores Silvestres e Animais Silvestres, baseado no Guia de Convivência: Gente e Onça, que já está na segunda edição. O guia foi elaborado pelos pesquisadores Sílvio Marchini, Sandra Cavalcanti e Rogério de Paula.
O guia reúne, em linguagem acessível à população, questões relacionadas à predação e técnicas preventivas,  recomendações para se evitar acidentes com grandes felinos, informações a respeito da ecologia e conservação de carnívoros e dicas sobre o manejo de animais domésticos, sendo uma referência para os interessados no tema.

O guia estará disponível no site do Cenap no endereço: www.icmbio.gov.br/cenap. As Unidades de Conservação que tiverem interesse em adquirir a versão impressa podem entrar em contato com o centro pelo telefone: (11) 4411-6633 ou e-mail: cenap@icmbio.gov.br
Confira o Guia, clicando aqui. Ascom/ICMBio(61) 3341-9291.

———————————————————————————————

Criação do Parque Municipal Marinho dos Ilhéus!

O parque criado com o apoio de pesquisadores e estudantes da UESC, visa preservar áreas de agregação reprodutiva do mero-canapu (Epinephelus itajara), o parque abriga também espécies ameaçada como Gramma brasiliensis e Lutjanus analis. O decreto que regulamenta o uso do parque fooi assinado no último dia 6, Dia Internacional no Meio Ambiente!.

Uma vitória, para todos os amantes da natureza!
http://nbcgib.uesc.br/parquemarinho/lapa/historico

http://www2.uol.com.br/aregiao/2011/06/entry_4562.html

———————————————————————————————

Cientistas se preparam para encalhe
de até cem baleias na Escócia

Avistagem de baleias-piloto (Globicephala sp.) no litoral escocêse revelou indivíduos com ferimentos na cabeça

Figura 1: Baleia ferida é vista em meio a grupo no norte da Escócia. Foto: SPCA.

Especialistas em animais marinhos estão se preparando para o encalhe de até cem baleias-piloto nas Ilhas Ocidentais, localizadas no norte da Escócia.
O grupo de baleias já foi visto na tarde de quinta-feira (19) na região de Loch Carnan e cerca de 20 delas já apresentariam ferimentos nas cabeças, que teriam sido causados pelas tentativas das baleias de ir para a faixa litorânea da região, que é rochosa.

Baleias doentes ou feridas geralmente vão para as praias, onde morrem. No entanto, em alguns casos, baleias saudáveis seguem estas baleias. As equipes de resgate afirmaram que plataformas flutuantes infláveis já estão a caminho da região, para ajudar a colocar as baleias de volta no caminho certo. No entanto, as equipes informaram que o grupo de baleias está fazendo muito barulho, o que pode ser um sinal de perturbação dos animais.

Integrantes do grupo Mergulhadores Britânicos de Resgate de Vida Marinha (BDMLR, na sigla em inglês) estão cuidando do caso e temem que as baleias,
uma espécie de águas profundas, morram em um grande encalhe, que pode ser o maior já registrado na Escócia. Baleias-piloto podem chegar a mais de seis metros de comprimento e estão entre os animais marinhos mais comuns.

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/05/cientistas-se-preparam-para-encalhe-de-ate-cem-baleias-na-escocia.html

———————————————————————————————-

Criado por biólogo, software ‘poupa’ rãs nas aulas práticas

 

As 20 rãs que morreriam a cada ano nas aulas práticas de fisiologia e bioquímica da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) podem respirar aliviadas. Para poupar os anfíbios de serem dissecados por alunos de Medicina, Ciências Biológicas, Enfermagem e Educação Física, o biólogo Francisco Cubo Neto, desenvolveu um software didático que se mostrou mais eficaz que o corpo dos animais para avaliar os reflexos medulares mediante estimulação química e mecânica.

O biólogo Francisco Cubo Neto desenvolveu um software didático que substitui a utilização de rãs em aulas práticas
Foto: Antoninho Perri/Unicamp/Divulgação


O programa Fisioprat simula o mesmo procedimento feito em rãs de forma interativa e sem a necessidade de sacrificar o animal. O software foi desenvolvido por Neto em seu mestrado, voltado para a criação de materiais didáticos, que teve a orientação do professor Miguel Arcanjo Areas. “Fizemos um levantamento dos animais que eram usados em aulas práticas e constatamos que havia o uso de rãs e camundongos. A partir daí decidi criar um material que pudesse ser usado no lugar dos anfíbios”, afirma.Preocupado com a eficácia do material, que deveria servir como prática dos conteúdos teóricos, Neto criou animações que simulassem a rã e também acrescentou textos de apoio e questões de estudo de caso. “A compreensão do conteúdo é fundamental e, até então, não existia outra forma de demonstrar o mecanismo a não ser utilizando o modelo animal. Por isso, me preocupei em colocar mais informação”, diz o biólogo, que contou com a sugestão de diversos professores do Instituto de Biologia da universidade.Além disso, também foram incluídos estudos de casos, explicações sobre o procedimento e feedback em relação às ações do aluno. Por fim, por meio de imagem gráficas são feitas as incisões no animal. “Essa é uma das principais vantagens do Fisioprat, o fato de o aluno poder realizar o experimento mais de uma vez”, afirma.Para avaliar o nível de aprendizado do software, Neto realizou um teste com quatro turmas de cursos oferecidos pela Unicamp. Os 127 estudantes de Biologia, Medicina e Enfermagem fizeram a aula teórica normalmente e em seguida foram separados em dois grupos. O primeiro grupo realizou a aula prática tradicional e o segundo participou do estudo com o Fisioprat. Ao final das aulas, todos os universitários responderam um questionário sobre o conteúdo estudado. Os resultados apontaram que o mecanismo desenvolvido por Neto cumpre seus objetivos e ainda é mais eficaz, já que as notas mais altas foram observadas no grupo que utilizou o programa e não as rãs de verdade.Para o biólogo, isso ocorre por dois motivos. “No Fisioprat, os estudantes trabalham em dupla. Já na aula com animais eles estudam com uma rã para cada dez pessoas. Além disso, no software são os alunos que manuseiam e controlam o procedimento, e com os anfíbios eles somente observam o que o professor faz”, explica.Atualmente, o Fisioprat está em processo de patenteamento e neste ano o uso de rãs será extinto da Universidade de Campinas.

http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI5123915-EI8266,00-Criado+por+biologo+software+poupa+ras+nas+aulas+praticas.html

———————————————————————————————–

MMA e MEC promovem educação ambiental na Bahia

11/05/2011, Por Cristina Ávila

Os Ministérios do Meio Ambiente e da Educação se unem na Bahia para a instalação do órgão gestor estadual da política baiana de educação ambiental. Nesta sexta-feira (13/4), instituições governamentais e não governamentais estarão o dia todo em debate sobre as diretrizes que vão dar impulso a novos projetos dentro e fora das salas de aula.
“A instalação do órgão gestor estimulará inclusive fundos de meio ambiente e de educação que vão significar financiamento para projetos governamentais e não governamentais”, anuncia o diretor de Educação Ambiental do MMA, Nilo Diniz.
Em Salvador, Nilo Diniz e a coordenadora de Educação Ambiental no MEC, Raquel Trajber, estarão com os secretários de Meio Ambiente, Eugenio Spengler, e de Educação, Osvaldo Barreto, para debater a sua atuação conjunta no estado.
Os órgãos gestores nos estados são previstos pelo Decreto 4.281/2002, que regulamenta a Política Nacional de Meio Ambiente (Lei 9.795/99), e são coordenados por comitês assessores dos quais participam governos e toda a sociedade, por meio de instituições como conselhos e organizações não governamentais.
Segundo Nilo Diniz, a instalação dos órgãos gestores significam na prática inclusive a execução de novos projetos, para levar conteúdo a escolas e comunidades.
“Por exemplo, o Ministério do Meio Ambiente está fechando acordos com cooperativas de agricultores familiares com o objetivo de levar a eles educação e capacitação. Isso pode ser feito por meio de oficinas, publicações e cursos de educação a distância sobre regularização ambiental de suas propriedades rurais. É esse tipo de projeto que pode ser feito por meio dos órgãos gestores de educação ambiental”, explica Nilo Diniz.
Fórum nacional – Na sexta-feira pela manhã, haverá em Salvador uma reunião entre o MMA e o MEC com representantes da Rede Brasileira de Educação Ambiental. A pauta será a discussão de detalhes sobre o 7° Fórum de Educação Ambiental que deverá ser realizado no segundo semestre na Bahia. Também será debatida a preparação para a Rio + 20.

http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=ascom.noticiaMMA&idEstrutura=8&codigo=6670

———————————————————————————————–

Ralph Lauren lança mochila com painel solar para carregar gadgets

 

A Ralph Lauren, uma das grifes mais famosas do mundo, lançou uma mochila equipada com painel solar com carregador que permite recarregar a bateria de celulares, notebooks e outros gadgets enquanto a pessoa se desloca.

O painel solar da mochila modelo RLX é grande e ocupa grande parte da parte externa do produto. O painel gera 3,45 watts de corrente elétrica. De acordo com a empresa, a energia absorvida pelo painel permite carregar completamente a bateria de um celular em duas horas.
Além de oferecer o carregador solar, a mochila é à prova d’água e está disponível em dois modelos e duas cores (preto e laranja). Fabricada na Itália, o usuário pode comprar a mochila por meio do site por US$ 795.

———————————————————————————————–

Poste solar/eólico: do Ceará para o mundo

Empresário cearense desenvolve o primeiro poste de iluminação pública 100% alimentado por energia/eólica e solar.

 

No Ceará, um dos locais no mundo com maior potencial energético (limpo), um ‘cabeça chata’ pretende mostrar que o estado, além de abençoado pela natureza, é capaz de desenvolver tecnologia de ponta.
Quando eu vi o título do e-mail, que recebi de minha querida mamãezinha, achava que era coisa de países de primeiro mundo.. com tecnologias de ponta, mas não. Uma ótima surpresa que tenha alguém (mesmo que de forma particular) desenvolva essas pesquisas.
Feito em fibra de carbono e alumínio especial – mesmo material usado em aeronaves comerciais –, a peça tem três metros de comprimento e, na realidade, é a peça-chave do poste híbrido.
Tecnicamente, as asas do avião abrigam células solares que captam raios ultravioletas e infravermelhos por meio do silício (elemento químico que é o principal componente do vidro, cimento, cerâmica, da maioria dos componentes semicondutores e dos silicones), transformando-os em energia elétrica (até 400 watts), que é armazenada em uma bateria afixada alguns metros abaixo. Cumprindo a mesma tarefa de gerar energia, estão as hélices do avião. Assim como as naceles (pás) dos grandes cata-ventos espalhados pelo litoral cearense, a energia (até 1.000 watts) é gerada a partir do giro dessas pás.

Cada poste é capaz de abastecer outros três ao mesmo o tempo. Ou seja, um poste com um “avião” – na verdade um gerador – é capaz de produzir energia para outros dois sem gerador e com seis lâmpadas LEDs (mais eficientes e mais ecológicas, uma vez que não utilizam mercúrio, como as fluorescentes compactas) de 50.000 horas de vida útil dia e noite (cerca de 50 vezes mais que as lâmpadas em operação atualmente; quanto à luminosidade, as LEDs são oito vezes mais potentes que as convencionais). A captação (da luz e do vento) pelo avião é feita em um eixo com giro de 360 graus, de acordo com a direção do vento.

 

E a tendência é que se adotem, como já devia ter sido há muito tempo, essa “moda” do aviãozinho!

Obs.: As fotos da Rua iluminada é uma projeção da Av. Washington Soares

Mais informações, acesse

https://sites.google.com/site/portalenergiamais/poste100

———————————————————-

Rio de Janeiro abrigará o maior aquário marinho da América Latina

 

Aquario promete abrigar 12 mil animais marinhos e receber a visita de 1,5 milhão de pessoas anualmenteCrédito: DivulgaçãoO projeto Porto Maravilha, que visa revitalizar a zona portuária do Rio de Janeiro, contará com uma atração para lá de especial. Trata-se do AquaRio, um aquário de proporções e parâmetros internacionais, e que promete movimentar o turismo na cidade. O contrato de patrocínio foi assinado na terça-feira, 1º de setembro, pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes.”A Zona Portuária está recebendo altos investimentos do poder público e a iniciativa privada já vem demonstrando interesse na área. O Aquário tem tudo a ver com o Rio, é a cara dos cariocas”, aposta o prefeito.
O empreendimento, que será inaugurado em agosto de 2012, tem como um de seus patrocinadores a Coca-Cola e foi idealizado por Marcelo Szpilman, referência em biologia marinha no País e diretor-presidente do AquaRio. A ideia é fazer do aquário o maior da América Latina. Com 27 mil metros quadrados de área construída, terá 12 mil animais marinhos, de 400 diferentes espécies, inseridos em um ambiente capaz de conter mais de cinco milhões de litros de água.
A novidade será uma das grandes apostas para o turismo local. O projeto prevê, além das grandes atrações marinhas, diversas atividades de entretenimento, como, por exemplo, um complexo que reproduz os biomas da Amazônia e do Pantanal, um museu marinho, um centro de convenções, restaurantes e lojas. A estimativa de público anual é de 1,5 milhão de pessoas.
Para Marcelo Szpilman, o AquaRio expandirá a proposta original para além de um empreendimento voltado apenas para o entretenimento. “É um projeto grandioso que não se limita ao aquário e toda a parte de lazer, mas envolve também conservação da biodiversidade, educação ambiental, pesquisas científicas e recuperação de animais marinhos, ressalta.

———————————————————–

Operação “Eles sujam e a gente limpa” no fim de semana no Porto da Barra, Salvador-BA

 

Integrantes de diversos movimentos e entidades (SOS Barra; BIOTA Aquática; Porto lindo, Porto limpo; Projeto Galeão Escola de Mergulho, entre outros), se juntaram  e,  realizaram uma grande coleta de lixo após o carnaval de 2011. No dia 11.03 nas águas do Porto da Barra, a coleta resultou em 620kg de resíduos, sem contar com a quantidade do dia seguinte.

As fotos podem ser observadas em:

https://www.facebook.com/album.php?aid=336894&id=183903821677

———————————————————–

Produção eólica brasileira deve crescer cinco vezes até 2013

A expectativa é de que até o ano de 2020 a produção energética a partir da força dos ventos seja responsável por pelo menos 8% da demanda nacional. l Imagem: EcoD

A energia eólica tem grande potencial para se desenvolver em solo brasileiro. Aos poucos os parques já saem do papel e se tornam realidade, levando o desenvolvimento sustentável a diversos estados do Brasil.

A expectativa é de que até o ano de 2020 a produção energética a partir da força dos ventos seja responsável por pelo menos 8% da demanda nacional. Os resultados ainda estão distantes disso, mas a crescente disputa no segmento mostra que esse é um mercado promissor.

Em 2013, segundo estimativas da Associação Brasileira de Energia Eólica, o Brasil deve estar produzindo cinco vezes mais do que atualmente. Para isso, o governo precisará dar atenção especial a esse setor e conseguir repetir o sucesso dos últimos leilões de energia.

Graças a essa comercialização, entre 2011 e 2012 o país receberá novos parques eólicos. Somente na Bahia existem 14 obras em andamento, que devem entrar em funcionamento ainda neste ano.

O Rio Grande do Norte é o estado que lidera atualmente esse setor e terá seu potencial expandido cada vez mais com a utilização da Usina Eólica Alegria I e a construção da Alegria II, com o dobro da capacidade da primeira, podendo abastecer até 140 mil residências.

Alguns estados brasileiros entram em uma disputa na busca pelo posto de maior produtor nacional de energia limpa. Por enquanto o líder é o Rio Grande do Sul, com o maior parque de energia eólica da América Latina, em Osório. Porém, a Renova, que é responsável pelos empreendimentos baianos, anunciou que em breve o estado terá o maior complexo eólico do Brasil com 293,6 MW. Com informações do Ambiente Energia.

http://ciclovivo.com.br/noticia.php/2115/producao_eolica_brasileira_deve_crescer_cinco_vezes_ate_2013/

———————————————————–

Vídeo: Zoo filma raro parto de leões

Circuito fechado de vídeo de zoológico britânico capturou momento em que leoa pariu um dos filhotes.

O circuito fechado de vídeo do jardim zoológico de Bristol, na Grã-Bretanha, capturou o momento em que uma leoa pariu um de seus dois filhotes.

O nascimento – o primeiro no zoo em dez anos – aconteceu na última véspera de Natal.

Os leões asiáticos são uma espécie em extinção.

Especialistas calculam que apenas 400 indivíduos da espécie sobrevivam na natureza. Outros cem vivem em cativeiro.

Hoje com dez semanas, os leõezinhos, um macho e uma fêmea, estão fortes e saudáveis. Veja na foto abaixo.

Eles continuam sendo amamentados pela mãe, Shiva.

Foto: Divulgação Bristol Zoo

Os leõezinhos de Bristol: os primeiros em dez anos

Há 2 mil anos, os leões asiáticos ocupavam amplas regiões do Oriente Médio.

Mais recentemente, eles eram comuns no norte da Índia e no Paquistão, mas a população caiu muito por causa de caça e destruição do habitat.

———————————————————–

Morte de Golfinhos no Golfo do México

 

Os cientistas tem encontrado cinco filhotes de golfinhos-listrados (Stenella coeruleoalba) em duas ilhas na parte norte do Golfo do México (Fig.1). Esta cifra é alta e os especialistas ainda não podem estabelecar as possiveis razões do estranho fenômeno. desde o início de 2011, 28 carcaças de golfinhos em diferentes idades tem sido encontrados nos Estados de Misisipi e Alabama. No ano passado, a quantidade de golfinhos mortos alcançou 89 indivíduos.

 

Figura 1: Indivíduo de golfinho-listrado (Stenella coeruleoalba) com estado físico anormal.

O  Instituto de Estudos de Mamíferos Marinhos realiza uma investigação sobre a estranha situação no Golfo do México e segundo o diretor da organização, os cientistas tem coletado amostras de tecido dos animais encalhados para poder esclarecer as razões das mortes. Alguns cientista afirmam que é consequência do óleo crú derramado no verão passado devido a explosão de uma plataforma petrolheira da British Petroleum no Golfo do México que cobriu uma superfície de mais de 205 Km quadrados com este combustível.

1 Comment to “Bio.Notícias”

  1. By Adriana, 23 de fevereiro de 2012 @ 16:05

    Gostei muito desse site!

Feed RSS para comentários sobre este post.

Deixe seu comentário